Pular para o conteúdo principal

Menino viciado em cigarro



Com apenas dois anos de idade, menino fumante já pode estar viciado
Indonésio Aldi SugandaRizal fuma cerca de 40 cigarros por dia.
Número alto é indício da dependência de nicotina, diz especialista.
Iberê Thenório

O menino indonésio de dois anos que fuma cerca de 40 cigarros por dia já é uma provável vítima do vício em cigarros, afirmam pneumologistas ouvidos pelo G1 nesta quinta-feira (27). Na última quarta, a agência de notícias Barcroft Media divulgou imagens do pequeno Aldi SugandaRizale que, de acordo com sua família, tem esse hábito desde os 18 meses e fica furioso quando fica sem fumar.

Segundo Oliver Nascimento, médico e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), ninguém começa a fumar tanto de uma só vez. O número de cigarros aumenta conforme o cérebro se torna dependente da nicotina.


Aldi SugandaRizal, de 2 anos, é visto fumando cigarro enquanto brica com parentes em 23 de maio, em Sekayu, distrito de Sumatra, na Indonésia. (Foto: Barcroft / Getty Images)"Temos receptores no cérebro à qual a nicotina se liga e libera dopamina, uma substância que gera bem-estar. A pessoa começa a fumar aos poucos, e esses setores do cérebro ávidos por nicotina começam a ficar mais numerosos", explica o médico, que também é diretor da Sociedade Paulista de Pneumologia.

A médica Elnara Negri, do hospital Sírio-Libanês, acrescenta que a dependência se manifesta mais rápido em pessoas mais novas. "Há alguns estudos mostrando que, quanto mais jovem você inicia o hábito de fumar, mais rápido você se torna dependente", diz a pneumologista.

Um em cada dois morrem
Começando a fumar tão cedo, Aldi SugandaRizal é um grande candidato a ter doenças relacionadas ao cigarro. "São raras as pessoas que fumam muito não têm problemas de saúde. Em geral, a cada dois fumantes haverá um que morrerá por algo relacionado ao cigarro", conta Nascimento.

Segundo a médica do Sírio-Libanês, o vício precoce pode trazer mais riscos de câncer. "As chances de ele ter mutações nas células é muito maior. As doenças pulmonares também podem ser mais graves, pois o pulmão ainda está em formação", conta.

Jovens
O pneumologista da Unifesp conta que no interior do Brasil também são comuns casos de pessoas muito jovens que fumam. "Vemos crianças com 10 ou 12 anos que fumam cigarros de palha, que as pessoas pensam que não faz mal, mas não é verdade. Há até um estudo brasileiro mostrando que o cigarro de palha traz mais risco à saúde do que o cigarro comum."

De acordo com Elnara, apesar de a proporção de fumantes em relação à população estar caindo, é crescente o número de mulheres e adolescentes a partir dos 12 ou 13 anos que estão aderindo ao hábito.

Doença 'escondida'
Ainda que o pai do menino indonésio garantir que ele é saudável, o consumo de cigarros pode estar minando a saúde do garoto sem que se perceba. Além das doenças tradicionalmente relacionadas ao cigarro, como problemas cardiovasculares e o câncer, o fumo pode ir destruindo aos poucos os alvéolos pulmonares – pequenas estruturas que captam oxigênio.

A falta de ar causada pela lenta "desativação" do pulmão, nem sempre encarada com seriedade, acaba levando à Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). O problema, que compromete para sempre a capacidade respiratória, só costuma ser detectado depois de 17 anos de seu início, revelou uma pesquisa realizada recentemente pelo grupo Ipsos com 229 brasileiros.

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha Base Givenchy Teint Couture

Olá Estilosas tudo bem com vocês? hoje eu trago a resenha de uma base que ja fazia tempo que estava querendo comprá-la, desde que vi a Camila Coutinho falando super bem dela, é a Base Givenchy Teint Couture Fluide .




Fui dar uma volta com meu marido no shopping Patio Batel, e claro aproveitei para entrar na sephora, ja fui direto para a área de cosméticos da Givenchy, porque queria testar qual cor da base ficava melhor na minha pele, e a escolhida foi a elegant sand.
O que o site diz sobre a Base: 
Luxuosa e fácil de aplicar, confortável e quase imperceptível, natural e brilhante, Teint Couture oferece aderência perfeita .
Uma dupla que vai além da perfeição para conseguir uma pele bonita e duradoura, com uma exclusiva tecnologia de atomização e um método de aplicação que se adapta a cada mulher que o usa. Ambas as novas fórmulas de última geração foram desenvolvidas para garantir uma aderência impecável e uma sensação ultra-leve para um equilíbrio ideal na pele. 
- Para um efeito de segund…

Base Compacta Pro Longwear da Mac

Olá Estilosas acho que todo mundo sabe que sou muito apaixonada por maquiagem, mais da metade do dimdim fica em make....rsrsrsr...para me agradar, me fazer feliz é só me dar alguma coisa de maquiagem e, uma das minhas marcas favoritas é a Chanel e MAC ... E hoje eu quero conversar com vocês sobre a base em pó compacto Pro Long Wear, que eu testei e fiz um video para vocês, quando fiquei sabendo do lançamento da base em pó da linha fiquei alucinada, pois esse é o tipo de produto que é muito prático para o dia-a-dia e - aliado à longa duração que a linha Pro Longwear garante - ficou perfeito e virou objeto de desejo. Comprei a base Pro Longwear da MAC totalmente no escuro, não li nenhuma resenha nem recomendação antes de comprá-la e amei! 

O que a MAC diz: A base em pó compacto Pro Longwear SPF 20 garante a mesma duração incrível de 10 horas que a Base Pro Longwear, mantendo a pele viçosa, impecável e livre para respirar. Essa base é perfeita para retocar em qualquer lugar. Está dis…

Livro : O Sheik

O Sheik


Que saudades do meu blog querido heheheh……ja tem algum tempo não posto nada…..mas como todo mundo sabe, recentemente passei por uma cirurgia no coração que graças a Deus ocorreu tudo bem, mas enfim acabei deixando de lado o blog e relendo algumas histórias “escrivinhadas” por mim no meu diário e umas delas era sobre o Livro O Sheik, muito bom mesmo…recomendo a todos!!! mas se preparem para ler com um dicionário do lado, porque tem muitas palavras que realmente não dá para entender…foi o meu caso, mas quando eu li eu tinha uns 15 anos, fui até a biblioteca do colégio, procurei entre vários livros até que achei, páginas amareladas devido ao tempo, algumas folhas rasgadas, pensei será que pego? será que não pego!!! e o livro de alguma maneira me atraiu rsrrs…..pois tinha uma dedicatória antiguissima na sobrecapa de alguem para alguém com uma caligrafia muito bonita, mas com uma forma de escrever que parecia de um século atrás, então lembrei da frase: quem vê cara não vê coração e…